Descrição: Mauro Rasi se tornou conhecido por suas peças teatrais. Como dramaturgo, conseguiu uma façanha rara no Brasil: agradar simultaneamente público e crítica.

Mas há um outro Mauro Rasi que deixou inúmeros fãs. O Mauro que aparece aqui, neste livro: o cronista, com seu humor mordaz, expondo seu próprio universo (as famosas tias, os gatos, o cachorro, o dia-a-dia no Leblon), com a mesma inteligência afiada com que comentava os acontecimentos nacionais e internacionais, vistos sem condescendência e com aguda ironia.

Ao saber de sua morte, centenas de leitores que já se haviam acostumado a encontrar o cronista, durante oito anos, todas as segundas-feiras em O Globo, escreveram para o jornal lastimando que nunca mais aquele dia da semana seria o mesmo, sem o brilho de Mauro. Para amenizar essa falta, a saudade do seu olhar aguçado sobre as nossas mazelas — do Rio de Janeiro (onde o autor, paulista de Bauru, morava há muitos anos), do Brasil e do mundo - aqui está uma seleção com suas melhores crônicas. Um sonho que Mauro Rasi alimentou durante muitos anos, mas que só começou a tomar forma pouco tempo antes de sua morte, em parceria com a amiga e jornalista Anna Accioly. Um sonho que se realiza agora, para a alegria e o aplauso de seu público.

EM BREVE

Posts Relacionados por Marcador: